Muitas pessoas, ao chegarem a uma idade mais avançada, podem apresentar alguns sintomas que antigamente conhecíamos apenas como "senilidade", sintomas da "idade". A perda da memória - ou sua diminuição considerável -, uma certa confusão mental, a perda da noção espacial, a eventual diminuição do olfato são alguns deles.

Esses sintomas podem ser sintomas de demência, que é uma condição que afeta a função do cérebro. Só um especialista poderá diagnosticar, mas você pode saber o que significa e qual  relação entre demência e hipertensão.

 

O que é hipertensão?

A hipertensão é o aumento de pressão arterial. Geralmente, a pressão arterial é considerada alta quando está acima de 14/9, mas para saber se você é hipertenso, deve consultar um médico.

Alguns hábitos podem ser causadores dela, como histórico familiar, tabagismo, consumo excessivo de sal, dieta rica em gorduras. E algumas consequências são aneurismas, perda de visão, insuficiência cardíaca e, segundo alguns estudos, demência por micro-infartos cerebrais.

 

E o que é demência?

Demência é um conjunto de fatores que afetam a qualidade de vida do paciente. Existem alguns tipos de demência e algumas de suas características são:

  • perda de memória

  • perda de raciocínio

  • problemas de cognição

  • dificuldade de reconhecimento

Elas podem ser reversíveis ou irreversíveis (degenerativas), comum em pessoas idosas, especialmente após 65 anos, mas tem fatores que podem contribuir para que o quadro se instale . Um deles pode ser a hipertensão não tratada.

 

Não cuidar da pressão pode causar demência

Alguns estudos da Sociedade Americana do Coração (AHA) em 2017 levantaram a hipótese de que pessoas que possuem pressão arterial elevada, sem cuidados, podem desenvolver demências.

Isso porque os vasos sanguíneos do cérebro podem ser danificados e as artérias podem sofrer endurecimento. O não tratamento da hipertensão também diminui a capacidade do cérebro de controlar o fluxo sanguíneo.

Portanto, se você tem hipertensão diagnosticada, faça acompanhamento com seu médico, tome os remédios indicados, se exercite com regularidade e tenha uma dieta balanceada.

 

Como se cuidar com um geriatra em Belém?

Caso você note sintomas de demência em alguma pessoa idosa, procure um geriatra em Belém. Ele é o primeiro especialista que deve ser consultado, quando o paciente está em idade avançada.

Ao escolher uma clínica popular em Belém, você tem acesso a uma equipe multidisciplinar que, além de geriatria tem também especialistas que irão auxiliar no tratamento ou prevenção de quadros tanto como o de hipertensão quanto o de demência.

Se precisar de qualquer ajuda para agendar consultas, marcar exames, aqui na ACCEB nosso WhatsApp Agenda está sempre à disposição. Entre em contato: (91)99126.9882